quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Portugal - Número de emergência 112 acessível às pessoas surdas até ao final do ano

José António Vieira da Silva explicou que as pessoas surdas serão atendidas através de um meio com capacidade visual.

 

 O ministro da Segurança Social, José António Vieira da Silva, afirmou esta terça-feira ter como compromisso tornar o número de emergência, 112, acessível às pessoas surdas até ao final do ano.

 

 Vieira da Silva falava à margem de uma cerimónia no Palácio de Belém em que se assinalou o dia nacional da língua gestual portuguesa, tendo ao seu lado a secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes.

 

 "Neste caso concreto das pessoas com deficiência auditiva, a nossa grande batalha e o compromisso que temos até ao final do ano é tornar acessível o 112, que é um número que é útil para todos os portugueses", afirmou. 


O ministro adiantou que as pessoas surdas serão atendidas "através de um meio com capacidade visual" e terão "do outro lado alguém que possa encaminhar o seu problema, encaminhar a sua situação crítica".

Esta acessibilidade deverá estar disponível até ao final do ano, reiterou. O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social referiu que o Governo tem "um programa de trabalhos muito intenso no que toca à inclusão das pessoas com deficiência, nomeadamente através da criação em todo o país de balcões dedicados às pessoas com deficiência".

A acessibilidade do 112 às pessoas surdas será "mais um passo relevante do ponto de vista da inclusão das pessoas com deficiência", disse. Antes, Vieira da Silva saudou a iniciativa do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, de assinalar o dia nacional da língua gestual portuguesa com uma cerimónia em que recebeu a Federação Portuguesa das Associações.

 Nesta cerimónia na Sala das Bicas do Palácio de Belém, Marcelo Rebelo de Sousa anunciou a disponibilização de vídeos dos seus discursos com tradução para língua gestual portuguesa e legendagem no portal da Presidência da República.

"Eu gostaria de saudar esta iniciativa que, vinda do senhor Presidente da República, tem um valor simbólico", afirmou o ministro, acrescentando: "Hoje é o dia da língua gestual portuguesa e é muito importante que isso seja relembrado, mas principalmente relembrado com ações práticas".
 

Fonte da Noticia – Veja Aqui

Nenhum comentário: