segunda-feira, 8 de junho de 2015

Guiné-Bissau lança projeto para transporte público adaptado para deficientes

Secretaria de Estado guineense dos Transportes e Comunicações lançou hoje um projeto para que os transportes públicos coletivos passem a adaptar os veículos para transportar pessoas portadoras de deficiências motoras.

 

Cesário Ferreira, diretor do gabinete do secretário de Estado dos Transportes e Comunicações, disse à Lusa que o país "deve adequar-se às exigências internacionais" na matéria de proteção e defesa de pessoas com deficiências. 


À partir de hoje e num prazo de seis meses, o Governo deu outros seis meses às transportadoras terrestres do serviço público, para que adaptem os veículos com bancos e rampas de acesso para facilitar a vida às pessoas portadoras de deficiências.

Com o financiamento da Secretaria de Estado dos Transportes e Comunicações, cinco "toca-tocas" (como são popularmente designados os transportes interurbanos) foram adaptados e hoje apresentados numa cerimónia pública que marca a campanha de sensibilização aos donos dos transportes coletivos em Bissau.

O Governo também exorta aos condutores e ajudantes que passem a prestar auxílio aos deficientes que passarão a pagar a metade do preço das viagens. Aidler Gomes, secretário executivo da Federação de Pessoas Portadoras de Deficiências afirmou que "a Guiné-Bissau, finalmente começa a olhar para os seus deficientes" com políticas de inclusão.

Os deficientes guineenses queixam-se de falta de atenção sobretudo dos condutores que acusam de relutância em os transportar.
 

Fonte: Veja Aqui

Nenhum comentário: