sábado, 30 de maio de 2015

Cuanza Norte: Projecto "Geração de renda" beneficia 90 deficientes

Ndalatando - Noventa pessoas portadoras de deficiência física dos municípios de Cazengo, Ambaca, Cambambe e Lucala no Cuanza Norte beneficiaram de moto-táxis, no âmbito do projecto "Trabalho para geração de renda", implementado pela direcção provincial da Assistência e Reinserção Social. A informação foi avançada quinta-feira, à Angop, em Ndalatando (capital do Cuanza Norte), pelo responsável da Secção de Atendimento às pessoas com deficiência da Direcção Provincial da Assistência e Reinserção Social, Eduardo Sumbo, à margem da primeira conferencia municipal de Cazengo, sobre “qualidade dos serviços prestados às pessoas com deficiência”, promovida pelas associações de mutilados de guerra de Angola (AMMIGA) e de apoio aos deficientes (ANDA).



Eduardo Sumbo esclareceu além que destes, 2.178 deficientes controlados pela instituição nos 10 municípios da província beneficiaram igualmente, no âmbito do mesmo projecto lançado em 2004, de kits profissionais de diversas especialidades para o fomento do autoemprego e sua inserção social.

 Dos meios beneficiados, realçou, constam geleiras, arcas, caixas térmicas para comercialização de refrigerantes, chapas de zinco para construção de barracas para venda, kits de corte e costura, de engraxador, serralharia, artesanato, entre outros.

O gesto, segundo Eduardo Sumbo, enquadra-se no plano de desenvolvimento da província, que visa a inclusão social desta franja e melhoria das condições sociais das pessoas vivendo com necessidades especiais e da população em geral.

Explicou que o total de deficientes é composto por portadores de deficiência congénita e adquirida, dos quais 66 por cento são deficientes motores (paralíticos, amputados, rastejantes e outros), 25 por cento com deficiências sensoriais (cegos e ambíopes) e dois por cento deficientes mentais.

Garantiu que as acções de assistência abrangem ainda outras pessoas vulneráveis, incluindo idosos, que são assistindos com bens de primeira necessidade, através da distribuição regular de cestas básicas compostas por diversos bens alimentares, cobertores e roupa usada, para além de meios de locomoção para os deficientes, chapas de zinco, assim como têm apoiado a realização de funerais de pessoas da terceira idade falecidas sem amparo familiar.

 A primeira conferência municipal de Cazengo sobre “qualidade dos serviços prestados à pessoas com deficiência” contou com a presença de cerca de 150 portadores de deficiência e com mobilidade reduzida filiados na AMMIGA, ANDA e assistidos do MINARS.

 Durante os participantes abordaram temos como “Acesso e acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência dos serviços”, “a qualidade dos serviços de saúde prestados à pessoas com deficiência nas unidades sanitárias da província” e “Angola 40 anos de independência, ganhos e conquistas dos deficientes”.

  Fonte da Notícia: Veja Aqui

Nenhum comentário: