sexta-feira, 17 de abril de 2015

Angola: LARDEF apoia membros a ingressarem no mercado de trabalho

Luanda - A diretora executiva da Liga de Apoio à Integração dos Deficientes (LARDEF), Carla António, informou hoje, sexta-feira, em Luanda, que a associação tem servido de ponte, facilitando o acesso da pessoa com deficiência a formação profissional visando a sua inserção no mercado de trabalho, sem contudo adiantar dados estatísticos. Em declarações à Angop, a propósito "da inserção da pessoa com deficiência na sociedade", a responsável frisou que a LARDEF ajuda as pessoas portadoras de deficiência a terem oportunidade de formação, assim como a proporcionar-lhes um emprego.

 

Referiu que a sociedade atual é mais exigente, pelo que têm que estar preparados para trabalhar, no sentido dos empregadores se despirem do preconceito que é muito notório ainda no seio de algumas instituições.

A responsável apela as diversas entidades e instituições a garantirem o cumprimento das políticas nacionais de inclusão, tendo em conta as suas várias limitações. Sublinhou que a LARDEF em relação ao mercado de trabalho tem, junto da instituições, passado a mensagem de que os locais de trabalho têm de ser adaptados para a pessoa com deficiência, visando criar um ambiente acessível para poderem desempenhar o seu trabalho de acordo com as suas capacidades. Maria António advogou que não deve haver discriminação por parte do empregador, que não devem confundir deficiência física com capacidade e competência.

A responsável frisou que a LARDEF tem realizado ações de sensibilização as pessoas com deficiência no contributo de melhorar a sua autoestima, mostrando-lhes que estão num mundo competitivo e antes de serem portadores de deficiência são cidadãos, que devem conhecer as suas capacidades e os seus direitos, e dar o seu contributo em prol do desenvolvimento do país.

 A LARDEF tem como objetivo promover, representar e defender a participação, os direitos e interesses das pessoas com deficiência, elaborar e desenvolver programas, projetos e ações que garantam a igualdade de oportunidade para as pessoas com deficiência. 


A Associação tem desenvolvido atividades de advocacia, sensibilização e lobying, bem como a implementação de micro projectos geradores de rendimento a favor das pessoas com deficiência e suas famílias. A LARDEF conta com oito mil membros vinculados a associação e está presente nas províncias de Cabinda, Moxico, Huambo e Benguela.

Assuntos Província» Luanda: Leia também Administração da Ingombota pretende disciplinar má actuação de fiscais.


 Luanda - O administrador do distrito urbano da Ingombota, em Luanda, Lobato Neto, comprometeu-se quinta-feira em prestar maior atenção a conduta dos agentes do sector da fiscalização que atuam na sua área de jurisdição.

 Fiscalização de Luanda investiga agentes por suposto envolvimento em casos de suborno  


Luanda - A repartição da fiscalização do município de Luanda iniciou hoje, quinta-feira, a investigar alguns agentes da instituição por suposto envolvimento em actos de suborno e por se apossarem de bens das vendedoras ambulantes dos arredores do mercado dos congolenses.

  Angola: Utentes clamam por reabilitação da via adjacente ao canal do Kikuxi Luanda


  - Moradores e empresários da zona do Kikuxi, em Viana, Luanda, solicitam às autoridades administrativas a reparação urgente da estrada de terra batida paralela ao perímetro irrigado daquela zona, devido aos transtornos que o seu actual estado está a causar.

 Fonte da Noticia: Veja Aqui

Nenhum comentário: