sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Angola: Mais de 200 portadores de deficiência inseridos no mercado do trabalho


Luanda - Duzentas e sessenta e oito pessoas com deficiência, localizadas nas províncias de Malanje, Cuanza Sul, Bié e Huíla, foram reintegrados em 2014 no mercado do trabalho pela Associação Nacional de Deficientes Angolanos (Anda).



Esta informação foi prestada hoje, quarta-feira, a Angop, pelo presidente da Anda, Silva Lopes Etiambulo, quando balanceava as actividades desenvolvidas pela associação que dirige ao longo de 2014.

De acordo com o responsável, o trabalho desenvolvido pela Anda foi positivo, porque conseguiu-se adquirir e distribuir 400 cadeiras de rodas, 500 pares de canadianas, entre outras acções. Silva Etiambulo frisou também ter sido possível alargar o leque das actividades administrativas, indo até a província do Moxico, concretamente até ao Luau, onde se criou uma oficina de serralharia, composta por 25 pessoas com deficiência.

No mesmo município, a Anda adquiriu um terreno com 1500 hectares de terra onde se irá criar uma futura cooperativa de produção constituída por 150 famílias de portadores de deficiência numa primeira fase. Informou terem sido colhidas grandes quantidades de milho, batata rena e abacaxi nas cooperativas agrícolas do Bié, Huambo e Huíla, debatendo-se contudo com a falta de transporte para o escoamento desses produtos.

O interlocutor da Anda frisou que o projecto "Vem comigo" que se encontra na sua quinta fase, mudou de estratégia de actuação optando pela formação profissional e reintegração no mercado de emprego aos beneficiários, incidindo as suas acções para as províncias do centro e sul de Angola. Neste contexto agradeceu os apoios prestado pelo Executivo angolano, através de vários departamentos ministeriais, assim como pela Fundação Lwini que se predispôs em fornecer as cadeiras de rodas distribuídas aos deficientes físicos.

  Fonte: Veja Aqui

Nenhum comentário: