sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Pedro Passos Coelho apadrinha lançamento do livro “Os Nossos Campeões” da Fundação ADFP e inaugura Residência Respeito da IPSS

MIRANDA DO CORVO – O Primeiro-ministro visitou a Fundação ADFP no último Sábado, 6 de Dezembro, onde inaugurou um novo lar, a Residência Respeito, e onde apadrinhou o lançamento do livro “Os Nossos Campeões” na Casa das Artes de Miranda do Corvo. Foi em ambiente de festa e com aplausos que Pedro Passos Coelho foi recebido em Miranda do Corvo, onde o auditório da Casa das Artes sobrelotou para o lançamento do livro “Os Nossos Campeões” da Fundação ADFP. Este livro, cuja coordenação esteve a cargo de José Miguel Ramos Ferreira, relata a história de 24 trabalhadores da instituição que têm deficiência ou doença crónica.

 

Durante a cerimónia de lançamento do livro, onde estavam perto de 400 pessoas, José Miguel Ramos Ferreira, numa primeira intervenção emocionada, elogiou o exemplo de tenacidade, persistência e força de vontade dado por aqueles trabalhadores, que considerou especiais.


O coordenador do livro aproveitou ainda a intervenção de apresentação da obra para apontar o dedo a uma sociedade que estigmatiza e persegue as diferenças, defendendo que Portugal precisa de crescimento económico mas também de crescimento inclusivo. Jaime Ramos, Presidente do Conselho de Administração da Fundação ADFP, defendeu que existem muitas IPSS’s a trabalhar para pessoas com deficiência mas que a ADFP é diferente, desde logo, porque trabalha para deficientes, com deficientes.


Segundo Jaime Ramos, para as pessoas com deficiência ou doença crónica se sentirem com total dignidade humana, é necessário que as mesmas tenham noção que trabalham e que produzem e que não são dependentes. Segundo o Presidente da instituição, para que a dignidade seja mais completa, é preciso reconhecer a estas pessoas o direito e a liberdade de amarem e de criarem relações afectivas, dando o exemplo da ADFP.


Por fim, o Presidente da ADFP considerou o Primeiro-ministro um homem de bom coração por ter vindo apresentar o livro, recordando que para se ser bom Primeiro-ministro é fundamental que se seja um humanista.


Pedro Passos Coelho, numa intervenção final, elogiou o trabalho realizado pela Fundação ADFP e, especialmente, pelos campeões que fazem parte do livro lançado.


O Primeiro-Ministro relembrou que toda a sua vida teve de lidar, bem de perto, com a deficiência, facto que o faz ter uma grande sensibilidade para a área.


Na sua intervenção, o Primeiro-ministro, anunciou que o próximo quadro comunitário terá fontes de financiamento exclusivas para as inovações sociais, considerando que a Fundação ADFP, se continuar a inovar como até agora, terá ai grandes oportunidades para continuar a ajudar o país e a região. Antes da apresentação do livro, o Primeiro-ministro visitou o Centro Social Comunitário da Fundação ADFP onde inaugurou a residência Respeito.


O novo lar da IPSS tem capacidade para 30 camas e custou perto de 500.000€, estando destinado a pessoas com deficiência ou para cuidados continuados de pessoas com doença mental grave. Pedro Passos Coelho visitou também o novo museu da ADFP, Espaço da Mente, e o Museu Vivo de Artes e Ofícios no Parque Biológico da Serra da Lousã, mostrando-se impressionado com a realidade da instituição.


  Fonte: Veja Aqui

Nenhum comentário: