quarta-feira, 12 de junho de 2013

Unidade sanitária precisa de «renovação completa»

Guiné-Bissau: José Ramos-Horta adverte para más condições do Hospital Simão Mendes Bissau - O Representante Especial do Secretário-geral das Nações Unidas em Bissau, José Ramos-Horta, disse, esta terça-feira, 11 de Junho, que o Hospital Nacional Simão Mendes, a maior unidade do país, se encontra em «condições lastimáveis», em termos de atendimento dos pacientes.

  Em declarações à PNN depois da vista que efetuou no Hospital Raoul Follereau, uma unidade sanitária especializada no tratamento de doentes de tuberculose e VIH/SIDA, José Ramos-Hortas sublinhou que o Hospital Simão Mendes precisa de uma renovação completa e modernização. «Visitei o Hospital Militar, que se encontra em boas condições, visitei Hospital Simão Mendes, que se encontra em condições lastimáveis e precisa de uma renovação completa, e visitei o Hospital de Bafatá, no leste do país, que tem condições muito mais precárias», declarou Ramos-Horta. Apesar das más condições em que se encontram as unidades hospitalares públicas, José Ramos-Horta destacou as boas condições, em termos de infraestruturas e atendimento de pacientes, em que se encontra o Hospital Raoul Follereau. Mamadu Saliu Sanhaa, administrador do referido centro sanitário, manifestou-se satisfeito com a visita do representante da ONU em Bissau.

  Fonte: Veja Aqui

Nenhum comentário: