domingo, 10 de junho de 2012

Nos Testes, Esperança Para Que Paraplégicos Voltem a Andar


Há uma ponta de esperança! Milhões de pessoas, que ficaram paraplégicas ou tetraplégicas em acidentes, vitimadas por tiros ou em outras circunstâncias, têm agora a chance concreta de uma vida quase normal. Graças à Ciência, à Medicina e a benfeitores, que doam milhões de dólares para estudos que busquem a cura para doenças terríveis. O ator Cristhopher Reeves, o eterno Super Homem do cinema, ficou tetraplégico, e, antes de morrer, deixou uma fortuna para as pesquisas. Foi isso que ajudou os cientistas e médicos a criarem um tratamento que combina injeções, estimulação elétrica e um equipamento robótico. Tudo isso, em laboratório, resultou em que ratos que tiveram ruptura da medula espinhal, voltassem a caminhar e até subir escadas. É óbvio que há ainda um longo caminho, para que isso seja testado em humanos e que os resultados sejam tão positivos. Mas é uma esperança, um alento, uma chance de que tantas pessoas, hoje vivendo em cadeiras de rodas ou em camas, pela vida toda, possam voltar a ter uma vida muito perto da normalidade.

As pesquisas científicas nunca têm o apoio que mereceriam. Bilhões de dólares são gastos em armas, para destruir e matar, mas muito pouco aplicados para salvar vidas. A corrupção leva outros bilhões, enquanto a Ciência, que poderia estar muito mais avançada tivesse mais recursos, anda lentamente. Não fosse a visão de personalidades e, eventualmente, de alguns governos, estaríamos ainda sonhando em curas para a sífilis, a tuberculose e o sarampo, só como exemplo. No Brasil, parte dos 60 bilhões de reais desviados do nosso PIB só para o bolso dos corruptos, ah!, se fossem para a Ciência! Tanto a Ciência quanto a Medicina, essas sim, unidas, formam a verdadeira salvação da Humanidade...


Veja Aqui

Nelson Almeida Mendes
Notícia boa.
Espero que essas pesquisas derem certo, e ajudarem uns números máxima de paraplégicos ou tetraplégicos.

Nenhum comentário: