segunda-feira, 28 de maio de 2012

Pessoas com deficiência da região de Picos recebem produtos ortopédicos


Denilson Araújo, 20 anos, ficou paraplégico depois de sofrer um acidente de trânsito. Ele é um dos moradores da cidade de Picos, que, desde segunda (21), recebem mais de 850 produtos ortopédicos através do Ceir Móvel. A entrega dos produtos na região de Picos e Dom Expedito Lopes segue até quarta-feira (23).
Denilson recebeu uma cadeira de rodas e duas órteses. Ele sofreu um acidente de moto, resultado da combinação imprudente entre bebida e direção, que o deixou com graves sequelas motoras. Os produtos ortopédicos solicitados irão contribuir para a garantia de melhor qualidade de vida ao paciente.
Assim como Denilson, outras centenas de pessoas receberão cadeiras de rodas, órteses, próteses, bengalas, andadores, calçados ortopédicos, calçados para pé diabéticos, coletes, muletas, dentre outros equipamentos ortopédicos. Tudo sob medida e sem nenhum custo para o paciente, já que as peças são solicitadas através do convênio com o Sistema Único de Saúde (SUS).
A secretária da Saúde de Picos, Hildegardes Medeiros, falou sobre o trabalho desenvolvido no município para pessoas com deficiência. “As ações voltadas às pessoas com deficiência fazem parte de um trabalho continuado executado pela Secretaria da Saúde do nosso município. A cidade conta com dois Centros de Reabilitação e o Ceir Móvel veio somar com o trabalho, beneficiando centenas de pessoas que realmente necessitam dos produtos ortopédicos disponibilizados pelo Ceir”.
O superintendente multiprofissional do Ceir, Aderson Luz, esclarece que o Ceir é o Centro responsável pela concessão dos produtos ortopédicos em todo o Piauí. “As peças que entregamos, através do Ceir Móvel, são um direito de cada cidadão. É a forma de assegurar a inclusão e acessibilidade daqueles que necessitam dos produtos ortopédicos”, explica.
Acessibilidade é a palavra que, agora, se aplica na vida de Valetim José, 60 anos. Ele adquiriu um calçado para pé diabético que lhe garante uma maior segurança para desenvolver atividades simples do dia-a-dia, já que o diabético deve tomar um cuidado especial com os pés uma vez que enfrenta problemas de circulação sanguínea, o que diminui a sensibilidade dos membros inferiores, além de comprometer a cicatrização de possíveis feridas.
Mauricio Cury, representante da Secretaria para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), intensificou a necessidade da garantia dos direitos das pessoas com deficiência. “O nosso objetivo é sempre trabalhar para possibilitar à pessoa que sofre com algum tipo de impossibilidade física ou motora uma vida normal em sociedade" finaliza.
Floriano e região
Na próxima terça-feira (29), o Ceir Móvel fará a primeira visita na região de Floriano. Durante três dias, a equipe vai fazer moldes e tirar as medidas de pessoas com deficiência dos municípios de Floriano, Jerumenha, Nazaré do Piauí, São Francisco do Piauí, Guadalupe e Francisco Aires.

PARA MAIS INFORMAÇÕES, CLIQUE AQUI

Nenhum comentário: