sábado, 26 de maio de 2012

Missa às escuras em Coimbra para mostrar dificuldades dos invisuais


Uma missa às escuras vai ser celebrada domingo numa paróquia de Coimbra, com o objetivo de sensibilizar aqueles que veem para as dificuldades e potencialidades dos cegos e amblíopes.

A missa tem início às 21.15 horas, na Igreja de São João Baptista, zona da Portela, e será celebrada pelo padre Jorge Santos, que disse à Lusa que "tem andado a treinar" para ultrapassar as dificuldades impostas pela escuridão.
"A leitura do Evangelho neste domingo até a sei de cor, as outras leituras vão ser em braille (por invisuais)", afirmou o pároco, que admitiu poder valer-se, durante alguns passos da missa, de uma pequena vela.
Jorge Santos já aconselhou o coro e músicos que participarão na celebração a que "tentem treinar, para saber de cor" os cânticos e músicas.
Para que nenhuma luz entre no templo, "todos os vidros vão ser forrados de negro" e, mesmo assim, os fiéis convidados a vendar os olhos, para poderem melhor sentir na pele as limitações impostas pela escuridão, disse à Lusa Ana Eduarda Ribeiro, assistente social da Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) em Coimbra, promotora da iniciativa.
O objetivo deste tipo de ações de sensibilização é também, disse a assistente social, "permitir perceber as potencialidades que existe na deficiência visual".

Fonte: Jornal de Noticias

Nelson A. Mendes
Sei por experiencia própria que a vida dos deficientes físicos é muito duro. E só espero que esse tipo de experiencia voltam a repetir mais vezes, assim permite as pessoas a terem mais consciência das dificuldades e da vida das pessoas com deficiência.

Nenhum comentário: