sexta-feira, 27 de abril de 2012

Robô pode ajudar paraplégicos


Numa experiência realizada esta semana, um professor da Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suíça, apresentou um robô que pode ser controlado por ondas cerebrais.


Quem demonstrou a eficácia do equipamento foi um homem paraplégico que se encontra em tratamento num hospital suíço. Através de um boné com eléctrodos, o paciente enviou um comando mental para um computador localizado no seu quarto. Estes sinais foram posteriormente transmitidos para um segundo computador que provocou o movimento de um pequeno robô a uma distância de 60 quilómetros na cidade de Lausanne.
O sistema foi desenvolvido por José Millan, professor da Escola Politécnica Federal de Lausanne, especializada em interfaces entre o cérebro e máquinas. De acordo com o investigador, a mesma tecnologia poderia ser usada para mover uma cadeira de rodas.
"Assim que o movimento começa, o cérebro pode relaxar. De outra forma, a pessoa ficaria exausta rapidamente", explicou Millan, acrescentando que a tecnologia tem as suas limitações e que os sinais cerebrais podem ficar confusos se muitas pessoas ficarem em volta da cadeira de rodas, por exemplo.
Cientistas acreditam que, além de dar mobilidade aos paraplégicos, estes equipamentos podem vir a ser usados para ajudar outros pacientes a recuperar os sentidos.

Fonte: Correio da Manhã

Nelson F. Almeida Mendes
Que boa notícia.
É esse tipo de notícia que eu gosto de publicar no meu Bloque.
Que maravilha.

Nenhum comentário: